Curso de Liderança – Crenças

 

Matérias do Blog “A Nova Fronteira”.

 


Crenças limitantes sob a Luz do Curso de Liderança Contemporânea.

Pergunta enviada em 23/01/18:

Participei de um treinamento de liderança recentemente aonde foi muito dissertado sobre as crenças limitantes. A proposição que compreendi foi a de que toda a crença é limitante e que a função da liderança é se desligar das crenças e buscar novas formas de fazer as coisas e de ver o mundo.
Como vocês lidam com esta proposição? Crenças são limitantes?


Não queremos criticar nem falar mal do treinamento de liderança de que participou e partimos do princípio de que você entendeu corretamente o proposto pelo treinador.
Se foi isto mesmo que ele procurou transmitir, esqueça. Crenças limitantes é um conceito que tráz em si mesmo a sua falha. Achar que crenças são limitantes é uma tremenda bobagem de pessoas mal informadas. Sua dúvida a respeito do tema é um bom indicador de que não engole as coisas facilmente, e está correto.

Mas temos de elaborar sobre nosso posicionamento. Vamos começar constatando o óbvio.

A vida é cheia de limites. O homem é cheio de limites. Tudo a sua volta é recheado por limites.
Nosso conhecimento tem limites. Nossa filosofia tem limites. Nossas relações tem limites. Nossos recursos tem limites. Nosso tempo tem limites. Nossas escolhas tem limites. Nossa libido tem limites. Nossa sede tem limites. Nossa energia tem limites e por aí vai.

Agora nos responda uma primeira pergunta: Porquê nossas crenças não teriam os seus limites?
Nos responda uma segunda pergunta: As crenças é que são as limitantes, ou a vida é quem nos impõe limites?
Terceira Pergunta: O que fazer diante dos limites impostos pela vida?

Aí está o nó da questão. E não a repetição (porquê algum guru disse) de que as crenças são limitantes porquê esta é uma de suas características.
Ainda existe a constatação de que, em muitos momentos da história, homens profundamente convictos e crentes foram expoentes da superação e inovação (ou de pensamentos ou de descobertas), damos como exemplo Martinho Lutero, Agostinho de Hipona, Jesus Cristo, Isaac Newton e outros. Suas crenças os limitaram em algo? Se suas crenças foram limitantes, porquê então entraram para a história como grandes inovadores?
Pegue o exemplo de Cristóvão Colombo, que nunca tinha atravessado o mar antes. Sua crença era de que a terra era redonda num mundo aonde a maioria acreditava que a terra era plana. Era uma crença de Colombo porque ele nunca tinha estado lá antes, portanto não era conhecimento e nem certeza, mas sim uma crença. Sua crença o limitou em que? Muito pelo contrário, sua crença o impulsionou.

Uéeee!! Mas crenças não são limitantes?

Percebe que é um pensamento furado, sofisma de gurus mesmo?

 

Profundidade do Curso de Liderança.

Quando alguém não tem um argumento seguro para elaborar sobre algo, o negócio é repetir o que os gurus falam mesmo sem uma reflexão séria e aprofundada, senão não teriam muito o que fazer para ganhar a vida e o sol nasceu para todos.
Portanto não desdenhe da informação que recebeu e nem do treinador que lhe deu. No pior dos casos lhe estimulou a se aprofundar nesta questão e o resultado pode ser muito positivo. A vida encontra meios para o desenvolvimento que nem sempre são tão claros.
Para não nos propormos como última resposta lhe diremos o que sabemos e que, como tudo, é passível de novas inquirições.

Crenças são limitantes? Resposta = Não.
A psique e comportamentos humanos sim, podem sê-lo ou não.

Comportamentos podem ser influenciados pelas crenças? Resposta = Sim.
Como são influenciados pelo medo, pela coragem, pelo conhecimento, pelo amor, pelo stress, pelo cansaço, pelos relacionamentos, por interesses, por neuroses, pelo vizinho, por traumas e por tudo o que nos faz humanos.

O ser humano é um bicho complexo e não tem respostas para muitas coisas que estão no minuto seguinte da vida o que pode, e em muitos casos gera mesmo, inseguranças, medos e falta de visão sobre o que fazer e como fazê-lo.
Como consequência, para sair deste estado de coisas, agarra-se ao que já sabe e ao que já é seguro, impondo limites a si próprio (além dos que a vida naturalmente lhe dá). Sob esta abordagem o medo, a insegurança, os relacionamentos e o stress podem ser agentes muito mais limitantes do que uma crença.

O que vemos no curso de liderança, em seus módulos avançados, é que os limites existem e sempre existirão (pelo menos até o momento é assim que vemos a vida). O que faz com que o homem tenha sempre algo a superar, senão não seriam limites.
O que faz com que o homem se limite a si mesmo, geralmente não são suas crenças, são seus medos, sua falta de conhecimento, suas frustrações, seus interesses e suas incertezas. Até o prazer pode ser um limitador como no caso de um viciado em qualquer coisa que lhe traga satisfação.
Talvêz no curso de liderança de que participou esta abordagem não foi possível por falta de preparo do treinador em lidar com estas questões (não são fáceis mesmo) e, por esta deficiência, acabou por repetir o que deve ter ouvido de outras fontes sem refletir muito em torno da afirmativa pregressa, é o que mais vemos no treinamento empresarial mundo afora.

O próprio fato de achar que crenças são limitantes, já é uma crença. Logo a afirmativa resulta numa coisa meio non sense, ou seja : o que é limitante é limitante.

Nossa!!!!!!!!!!!!!

Cuidados com as Empresas de Treinamento.

Perceba que nem tudo no treinamento empresarial é de fato conhecimento. Muitas coisas são crenças mesmo e como consequência quando um treinador lhe afirma que crenças são limitantes está lhe dizendo, ao mesmo tempo, que o treinamento empresarial é limitante.

Noooooooooooooossa!!!!!!!!

Para qualquer treinamento que realizar, nunca se exima de suas reflexões e consulta a outras fontes que nutram alguma seriedade nas análises. Não acontece somente no treinamento empresarial. Se o evento for uma palestra empresarial, estará sujeito às mesmas coisas.
Não se esqueça nunca de que um palestrante pode, em muitos casos, dissertar somente sobre suas experiências pessoais e se este palestrante afirma que crenças são limitantes ele se esquece de que está dissertando sobre o que acredita, o que crê. Ou ainda, na pior das hipóteses podemos levar em conta que um palestrante irá dissertar sobre coisas que não crê. Aí é o pior dos dias.
Se o palestrante só pode dissertar sobre o que crê e diz que crenças são limitantes, afirma novamente que palestras são limitantes.

Nooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooossa!!!!!!!!

Percebe que este sofisma lhe leva para um beco sem saída que vai se retroalimentando o tempo todo e nunca define em si mesmo do que se tratam as crenças limitantes?
Como empresa de treinamento empresarial o que recomendamos é o seguinte:

Descarte estas bobagens ditas sem reflexão alguma. Invista seu tempo em conhecimento técnico, histórico, filosófico, comportamental, línguas, administração, gestão, redes, internet, zoologia, física quântica, teologia, cosmologia, podologia e tudo o que terminar com o prefixo “logia” ou “Sofia”, porém de fontes sérias e honestas. Se não tomar o cuidado de procurar fontes sérias, acadêmicas, honestas e cujo objetivo é o desenvolvimento humano, vai acabar em alguma coisa do tipo cientologia. Enfim, amplie seus conhecimentos em todas as áreas que conseguir e seus limites começarão a ficar mais longe possível de sua visão.
Mas nunca se esqueça que, por enquanto, limites continuarão existindo.

Cabe a você coloca-los mais longe de si ou trazê-los para perto.

 

Fonte da Matéria : TrainerBr

Suporte Trainer Br : +55 11 5613-6515
Mobile : +55 11 96590-4955
E-mail : relacionamento@trainerbr.com.br

TrainerBr Treinamentos Corporativos

Rua São Francisco Xavier, 101
São Paulo - SP Cep: 04456-030
Suporte Trainer Br : +55 11 5613-6515
WhatsApp: +55 11 96590-4955
relacionamento@trainerbr.com.br

Blog – A Nova Fronteira

Conheça a Trainer Br