Debates – Curso de Liderança

Trechos de Debates – Curso de Liderança.

Realizamos a publicação de parte do debate de um de nossos treinamentos que foi coroado com a Palestra de Liderança e um debate ao seu final. O debate foi dimensionado para 60 minutos aonde foram apresentadas objeções em torno do conceito popular e comum da liderança. Em resumo a discussão girou em torno da pergunta :

Liderança é uma habilidade, ou conjunto de habilidades, ou não?

Diferentes abordagens do Curso de Liderança.

Não somos os únicos que vêem a liderança sob uma abordagem diferente da habilidade e vamos detalhar as razões e porquês. Damos algumas dicas de autores que recomendamos que leia para que possa perceber mais detalhadamente nossa abordagem. Autores como Robert Edward Freeman, Bárbara Kellerman e Peter Senge. Verá que o estudo da liderança já superou a abordagem das habilidades a algum tempo.
Tivemos a sorte de, em algum momento sermos conduzidos por autores e professores da mais alta patente acadêmica do estudo comportamental para formação de nosso núcleo conceitual, nosso alicerce sobre o qual repousa todo o Curso de Liderança.

Ainda temos consciência e o desejo de nos mantermos atualizados, pois o que temos como conhecimento sobre a liderança poderá ainda mudar. A liderança é dinâmica, assim como a vida, e vai se adaptando aos momentos culturais e demandas de época, veremos um pouco disto abaixo.

 

Início do Trecho do Debate.

……….Para seguirmos nesta parte do debate, entendemos que as Empresas de Treinamento estão em momentos diferentes. Algumas mais atualizadas sobre determinados temas, já para outros podem não estar tão atualizadas, depende do seu núcleo conceitual e o quanto se aprofundam no seu objeto de interesse.
Para que entenda melhor, imagine uma empresa orientada para aspectos comportamentais motivacionais. Esta empresa de treinamento poderá ter em seu portfólio um Curso de Liderança, porém toda a sua orientação e seu esforço organizacional não será para um estudo tão complexo como a liderança, seu objetivo é ser uma empresa atualizada e orientada para o treinamento comportamental e motivacional. Corre, então, seriamente o risco de ficar desatualizada em seu Curso de Liderança que acaba sendo utilizado como uma composição de portfólio. É muito mais comum do que imagina.

Assim funcionam a maioria das Empresas de Treinamento Empresarial.

Porquê a Liderança não é uma habilidade? – Proposição da Palestra de Liderança.

Vamos pensar em profundidade e num sequenciamento lógico de causas e efeitos. Vamos partir do sofisma. Vamos partir da afirmação, para chegar rapidamente na sua impossibilidade lógica. Talvêz consigamos a construção de uns dois ou três contra-sensos.

A afirmação é : Liderança é uma habilidade.

  • Contra-senso 01 – Ora, se a liderança é uma habilidade de quem lidera, para acontecer depende desta habilidade, ou habilidades. Devem ser conhecidas e dominadas pelo líder, ou seja sua expertise. A liderança depende somente das habilidades do líder e ponto final. Caso não tenha estas habilidades simplesmente não é capaz de liderar e não liderará.
    Esta sequencia lógica imputa e torna a liderança como uma função exclusiva das habilidades do líder. Logo despreza o liderado em sua escolha, o que faz com que pessoas sejam incapazes de escolherem seus líderes. A liderança não tem nada a ver com suas escolhas e sim com as habilidades do líder.
    Se a liderança depende exclusivamente das habilidades do líder, o liderado não tem um papel à cumprir para que esta liderança aconteça. O liderado não escolhe o líder. É o líder quem o escolherá em função do domínio de suas próprias habilidades.
    Faz sentido?
  • Contra-senso 02 – Ora, se a liderança são habilidades do líder, torna a liderança um fenômeno individual, uma pessoa pode ser líder mesmo que não hajam liderados. Afinal a liderança é definida pelas suas habilidades e não pela existência de liderados. Faz sentido?
    Mas vamos ainda considerar este sofisma como correto e levar em conta que a liderança depende das habilidades do líder. Só que agora existe mais uma condicionante, a existência dos liderados. Logo a liderança é um fenômeno coletivo e não depende somente das habilidades do líder É razoável não acha?
    Mas aí caímos num terceiro contra-senso.
  • Contra-senso 03 – Ora, se a liderança são habilidades do líder, porém para que aconteça ainda depende da existência dos liderados, significa que existe uma condicionante para o que podemos chamar de liderança. Se existe esta condicionante, significa que a liderança já não depende mais exclusivamente das habilidades do líder, correto?

    Um paradoxo, mas vamos adiante com ele.

    Muito bem há dependência da existência de liderados, para que a liderança continue sendo fruto das habilidades do líder. Só que, neste cenário, os liderados não podem escolher correto? Bastam existirem, mas sem o poder de escolha.
    Porquê sem o poder de escolha? Porquê se puderem escolher, poderão escolher outro líder, logo a liderança não mais seria dependente das habilidades do líder, mas sim da existência e escolhas dos liderados, o que detona por completo a liderança como dependente das habilidades do líder.

……. Aqui termina a exposição da resultante lógica do debate. Há outras contradições mais graves que a visão da liderança como habilidade induz inevitavelmente, e não são poucas. Mas aqui tratamos somente destas 3 para não extendermos demais a leitura e torna-la enfadonha.

Considerações da TrainerBr sobre o Curso de Liderança.

Percebeu que é um tema mais complexo do que como apresentado pelas Empresas de Treinamento e Desenvolvimento em suas formas mais populares?
Entenda que a liderança é um conceito. Quando uma determinada situação comportamental coletiva acontece, aprendemos à observá-la e, conceitualmente, definimos que a liderança ali acontece. Os indivíduos que compartilham esta situação foram classificados como líderes e liderados. O nó da questão não é encerrarmos a liderança num espectro, ou conceito definitivo, mas sim saber quais mecanismos são acionados para que esta situação aconteça.

Não queremos aqui afirmar que as habilidades não sejam importantes. Sim são importantes, mas quando se trata de liderança não passam de instrumentos e estão muito longe de definirem a liderança.
Mas porquê estas empresas, então sugerem a liderança como habilidades? Simplesmente porquê não conseguem ir adiante, por falta de profundidade, conhecimento e interesse legítimo em torno do tema que se propõe a ensinar, e também porquê exploram um mercado carente de opções de qualidade.
Há também o fator de quem contrata. Muitas vezes as empresas contratantes de um treinamento de liderança não tem muito claro se querem realmente formarem líderes ou somente adquirirem conhecimentos clássicos de gestão para alguns colaboradores que assumiram, ou estão assumindo, posições de gestão e comando. Acabam por ficarem à meio caminho quando se trata de liderança.
Liderança é um tema complexo e não se entende o que é a liderança rapidamente. Poucas organizações lançam-se à tarefa da formação de suas lideranças sabendo o que é de fato a liderança. As que o fazem são organizações diferenciadas que já perceberam que a formação de lideranças é uma estratégia de longo prazo, requer estudos em profundidade de várias disciplinas diferentes e experimentações maduras, por muitas vezes reorientações de valores outras mudanças culturais. Liderança, definitivamente, não é para amadores.
Mas o que é de fato a liderança?

Os Melhores Conceitos – Curso de Liderança.

O Treinamento para Líderes é um dos mais requisitados pelo ambiente empresarial contemporâneo e o fato de haverem muito poucas empresas oferecendo um conhecimento robusto sobre a liderança, abre espaço para as mais diversas iniciativas que possa imaginar e com as mais diversas denominações possíveis. Não vamos aqui dar um passeio sobre estas denominações para não acabar detonando a ira de nenhuma outra organização, mas tenha certeza de que a liderança não aceita adjetivos sem que haja uma redução de seu espectro.

Por esta razão é que a TrainerBr não adjetiva a liderança e assim deverá ser até que haja um sentido para fazê-lo ou um adjetivo poderoso o suficiente para completar seus conceitos.
Os melhores conceitos que encontramos em nossos estudos são os portfólios que passam por estudos como Ética, Modelos Culturais, Modelos Comportamentais e ainda adotam o modelo dinâmico da liderança, resumindo a liderança se constrói à todo minuto e em todas as oportunidades e requer muita, mas muita reflexão. Sendo uma das mais notáveis das manifestações humanas, não poderia ser diferente e seu resumo, quando bem sucedida, é somente um : Desenvolvimento do meio.
Para resumir sua resposta procure não reduzir a liderança como uma habilidade, um insight, um sistema de procedimentos ou outra coisa qualquer. Liderança é uma profunda ligação com a vida e uma forma de viver que se revela em situações específicas, numa determinada e poderosa resposta coletiva à significados construídos entre pessoas, estejam elas nas organizações ou em qualquer outro lugar.
Esta construção não é fácil, por esta razão é que as fórmulas prontas fazem um enorme sucesso. Elas simplificam quase tudo, mas não formam líderes.
A vida é muito inteligente e não dá saltos e a liderança, em sua ligação íntima com a vida, também não.

Leias os autores que sugerimos, será um ótimo aprendizado

 


Fonte da Matéria : TrainerBr

Suporte Trainer Br : +55 11 5613-6515
Mobile : +55 11 96590-4955
E-mail : relacionamento@trainerbr.com.br