Pecados Capitais – Curso de Liderança

Erros de conceito à serem evitados no Curso de Liderança.

 

Quem ocupa-se do Treinamento para Empresas não deve, mas pode cometer certos deslizes por exaustão, inexperiência ou mesmo porquê está num dia ruim. Somos todos humanos e estamos sujeitos à erros, porém alguns deles são pecados capitais dependendo do tema do Treinamento Empresarial que pode ser mais ou menos complexo.

Aqui iremos mostrar alguns dos erros que devem ser evitados de todas as maneiras e, se estiver num dia ruim, redobre sua atenção mas não permita que estes erros aconteçam. Iremos tratar exclusivamente do Curso de Liderança, um dos cursos mais suscetíveis em função da complexidade.

 

Iremos dispensar de nossa abordagem os erros de preparação e de liturgia como a devida introdução, agendas, apresentações e orientações preliminares pois isto é o básico do básico e já superados por Empresas de Treinamento e Desenvolvimento sérias e bem preparadas.
Iremos elaborar sobre treinamentos bem preparados, bem elaborados, com o devido planejamento e introdução, mas que por deslizes de ordem conceitual podem se complicar bastante.

Os erros mais comuns são :

  • Evite ao máximo a concentração de estímulos em somente uma pessoa ou grupo de pessoas.
    Já percebeu que alguns treinadores por empatia acabam por estimularem constantemente as mesmas pessoas ou grupo de pessoas à interagirem com o treinamento. Evite pois denota que pode ser um treinador inapto à envolver outras pessoas na dinâmica do evento ou ainda despertar reações emocionais antipáticas e sentimento de exclusão por parte dos demais trainees.
  • Debate. Se no programa do treinamento não estiver previsto o debate como instrumento de desenvolvimento, evite-o ao máximo. Debates são interessantes e muito produtivos, porém quando acontecem em ambientes preparados para o debate e monitorados por pessoas habilitadas para sua condução. Um debate bem organizado prevê início-meio e conclusão, caso contrário não passará de discussão. Havendo o ambiente para o debate, o treinador pode até sugerir que se realize um bom e produtivo debate, porém numa situação específica, orientada, com tempo e objetivos definidos. No Treinamento in Company a proximidade entre treinadores e trainees facilita o debate e estes cuidados são importantes.
  • Não deixe ninguém sem resposta, mesmo que a resposta seja eu não sei e irei respondê-lo posteriormente. Caso assuma este compromisso cumpra-o ou perderá sua credibilidade. Cuidado na abertura para perguntas, normalmente o tempo de abertura para perguntas é limitado e pode acontecer um volume de perguntas maior do que o tempo disponível. Neste caso a anotação das perguntas para posterior resposta é fundamental ou caso o organizador do treinamento e trainees permitam, uma extensão do tempo previsto do treinamento para que todas as respostas possam ser dadas.
  • Críticas de qualquer natureza não são desejadas. O objetivo de qualquer treinamento é o aprendizado e o aprendizado passa por reflexões. Nada mais apropriado que estas reflexões aconteçam através dos trainees com o devido cuidado de não deixar estas reflexões transformarem-se em disputas pela melhor opinião ou exercícios de poder entre os indivíduos.
  • Posicionamentos definitivos. A verdade absoluta é algo que não nos cabe defender num treinamento. Definir algo como sendo absoluto poderá despertar reações ruidosas de quem pensa ao contrário ou tem valores diferentes. O que o treinador hábil realiza é o oferecimento de uma abordagem específica em torno de um tema tão dinâmico como a liderança de forma inteligente para que os trainees possam, por comparação com seus próprios conceitos, absorver ou não. Um indicador de sucesso do Curso de Liderança pode ser o volume de perguntas pois, geralmente quem pergunta sobre um determinado tema é por que está interessado e viu algo novo.
  • Permitir comentários preconceituosos de qualquer natureza. Esta permissividade é o que chamamos de aproximação negativa. Aquela aproximação que abrirá espaço para mais comentários preconceituosos ou negativos. Por outro lado não é prerrogativa do treinador chamar a atenção ou repreender alguém. Mostra uma impostura grave do treinador à não ser que a situação seja extrema e passe por cima do minimamente aceitável do ponto de vista ético como agressões verbais entre trainees durante um debate, por exemplo. A melhor reação à comentários preconceituosos nestes ambientes é desprezá-los imediatamente e continuar o treinamento com uma postura séria e serena.

Há outros pecados conceituais menos graves que devem ser evitados e que trataremos em outras publicações. Aqui passamos pelos 6 mais graves e que devem estar na mente alerta do treinador o tempo todo.

Ao seguir estes passos evitando estes erros, terá uma boa chance de realizar um bom e proveitoso treinamento.

 


Fonte da Matéria : TrainerBr

Suporte Trainer Br : +55 11 5613-6515
Mobile : +55 11 96590-4955
E-mail : relacionamento@trainerbr.com.br