Incertezas no Treinamento para Líderes

Nem tudo é certeza no Treinamento para Líderes.

 

É muito comum você ouvir no Treinamento para Líderes que a liderança é um comportamento e por ser um comportamento pode ser aprendido. Muito bem não absorva este conceito logo de cara. Existe uma forte discussão no meio acadêmico e empresarial em torno desta definição da liderança. Muitas Empresas de Treinamento e Desenvolvimento já absorveram este conceito, mas a discussão ainda não está definida em todo o seu espectro de possíveis conclusões. O indicador é que a liderança não é um comportamento, mas sobre isto trataremos em outra publicação. Vamos entender melhor a origem da celeuma.

Este conceito não responde algumas perguntas em torno da liderança, por esta razão achamos prematuro o Treinamento para Líderes partir deste princípio para redigir seu portfólio. A discussão e as dúvidas são legítimas e fazem parte do Desenvolvimento da Liderança sob sua abordagem filosófica. Mas quais são estes questionamentos ?

Como a discussão é longa, iremos elaborar somente uma delas, para que tenha contato com o que se discute em torno do tema, mas não poderemos ir adiante para não nos estendermos demais. No Curso de Liderança em seus módulos avançados, esta discussão é melhor compreendida. Muito bem ,vamos à ela.

Discussão.

A liderança é um comportamento e por ser um comportamento, pode ser aprendido. Esta é a afirmação clássica.
A Pergunta é :

  • Se liderança é um comportamento, então significa que, se o indivíduo assumir este comportamento será líder, independentemente da escolha do meio no qual está inserido. Como consequência o liderado não tem o poder de escolha de qual líder seguir, pois o que define a liderança não é a escolha do liderado, mas sim o comportamento do líder.

Esta sequência lógica dá um nó na questão da liderança como comportamento, como formatado em diversos portfólios do Curso de Liderança, e sua relação causal despreza a escolha do liderado. Um belo desafio para o Treinamento Empresarial que ocupa-se da formação de lideranças. Bem resumidamente, um dos pontos de discussão é este, há outros mais graves, mas usamos este exemplo por conseguirmos encurtá-lo e por não ser tão complexo.

 

Esta é uma das razões pelas quais entra no cardápio do Treinamento para Líderes mais atualizado a questão da ética. Sem uma abordagem ética, a afirmação acima poderia ser verdadeira, mas como o liderado acaba por escolher seguir ou não qual liderança lhe dá mais significados, a ética entra no cenário para dar um toque de complexidade ao estudo da liderança.
Por outro lado não podemos desprezar a influência comportamental na manutenção da liderança, o que acaba dando à esta discussão muito pano para manga.

De uma forma ou de outra esta questão ainda não está resolvida, mas recomendamos que se participar de um Treinamento para Líderes aonde a proposição da liderança como comportamento for apresentada, seja consciente de que, ainda não é uma discussão definida e existem pontos nevrálgicos à serem tratados por quem dedica-se ao estudo aprofundado da Liderança.
Você poderá encontrar o contra argumento de que se o líder assume determinado comportamento, naturalmente o liderado o escolherá como líder, o que consolidaria a visão da liderança como um comportamento. É faz sentido, mas para este argumento há outra pergunta de difícil resposta, vamos à ela.

  • Se a liderança for determinada pelo comportamento do líder, mesmo que leve em conta a escolha natural do liderado e a vincule ao comportamento do líder, isto resulta em outro contra-senso que define o seguinte :
    Se um líder se desviar do seu objetivo, ou se passar à utilizar-se da posição de liderança somente para o seu interesse pessoal, basta que mantenha o mesmo comportamento para que continue líder.
    Porém quem muda de objetivos ou passa à utilizar-se da posição de liderança para seu interesse pessoal, já mudou de comportamento. Mudou para um comportamento que o liderado escolhe não endossar. Aqui fica evidente que o que define a liderança é a escolha do liderado. Neste caso não conseguirá manter a liderança à não ser que passe à enganar o liderado, como se ainda mantivesse seus objetivos e comportamentos iniciais, que levaram o liderado à escolhê-lo. Quando isto acontece instala-se aqui não a liderança, mas uma dissimulação da liderança, outra coisa que não pode ser chamada de liderança. Outra consequência que coloca seriamente em cheque a definição da liderança como comportamento.

Existem Empresas de Treinamento e Desenvolvimento que dedicam uma Palestra de Liderança inteira, de 2 horas, somente para dirimir sobre esta questão. Normalmente estas palestras são formatadas para situações bem específicas, que antecedem uma imersão, por exemplo. Ou o inicio de um estudo continuado e de longo prazo da liderança.
E por aí vai a discussão ao longo do tempo. O fato é que o Treinamento para Líderes que escapa destas armadilhas filosóficas em torno da liderança é aquele que se prende aos alicerces ou aos fundamentos da manifestação da liderança. Significa que mesmo as Empresas de Treinamento e Desenvolvimento ainda tem muito à aprender.

 


TrainerBr

Suporte Trainer Br : +55 11 5613-6515
Mobile : +55 11 96590-4955
E-mail : relacionamento@trainerbr.com.br