Condicionante da Liderança – Palestra sobre Ética

Porquê numa Palestra de Liderança dificilmente se fala sobre Ética?

Ao assistir uma Palestra sobre Ética e ler o livro de Barbara Kellerman de nome “O Fim da Liderança” entenderá muito bem a crise de lideranças que vivemos hoje nas Empresas, na Sociedade e no Mundo. No ambiente empresarial, por melhor que seja a Palestra de Liderança se não tocar no tema ética, falhará. Em nossos dias não se pensa mais a liderança sem a abordagem ética. São manifestações naturais, mas que no ser humano não se separam mais, à não ser que quase tudo o que construímos como sociedade ou formas coletivas de associação mude.

Aprofundando um pouco mais :

Tudo à nossa volta procura se adaptar aos nossos tempos, as organizações também. À cada dia o Curso de Liderança ganha o status de ação estratégica fundamental para que a organização adapte-se e continue se desenvolvendo. A adaptação pode ser mecânica, que é filha das casualidades, ou produzida pela inteligência, pela estratégia e pelo acolhimento do meio ambiente que a contempla, ou seja, pela escolha do ambiente frente à uma ação inteligente, pensada e oferecida à este mesmo ambiente. Se o ambiente escolhe, nada mais adequado para lidar com estas escolhas do que a ética.

 

A Palestra sobre Ética em uma organização, é a discussão sobre nossos tempos levada de volta à Ágora grega, cremos que não existe outra, e não somente hóspede dos livros.
Considerar que a discussão de nossos tempos não passa pela liderança é não discutir nossos tempos. Liderança tem um espectro muito, mas muito maior do que a aplicação de técnicas empresariais e de gestão de pessoas, envolve ética.
Acontece que este conceito, gestado pelos mestres gregos, é um pouco complexo do que se imagina e numa sociedade que tenta simplificar tudo, por consequência aquilo que é complexo também deve ser simplificado, ou até eliminado do cardápio. Então o Sec XX gesta um conceito de liderança mais próximo da produtividade do que da ética e o Sec XXI começa sem líderes, apesar de todo o investimento realizado em torno da liderança.

Não ceder esta carência de lideranças à falta de ética seria levar em conta a possibilidade do líder existir, não porquê alguém o escolhe como líder, mas sim por conta de outro fator qualquer e que ainda não acertamos na fórmula. Ou ainda chegar à um absurdo maior, que seria admitir o líder que não representa ninguém do seu meio, pois não foi escolhido por ninguém para representa-lo ou representa-los, é apenas uma questão de acerto de fórmula, novamente. A consequência deste pensamento é admitir a possibilidade que possa haver um líder que apenas aplicou a fórmula certa, independentemente do meio escolhê-lo ou não líder ou independentemente de suas intenções. Faz sentido ?

É uma abordagem um pouco complexa que Empresas de Treinamento e Desenvolvimento tem dificuldades em tratar por falta de conhecimento, então o melhor caminho é tornar o complexo em algo simples e como resultado temos uma fórmula, só que não funciona.

Numa empresa podemos ministrar a palestra sobre ética descolada do conceito de liderança e tratar somente da ética, mas o contrário não funciona mais. É uma das características de nossos tempos.

Quem assiste uma palestra sobre ética em busca de fórmulas, não achará. Quem procura numa Palestra de Liderança ou num Curso de Liderança também por fórmulas, não achará novamente. São fenômenos dinâmicos e não existem respostas estáticas para o que é, fundamentalmente dinâmico.

 


Fonte da Matéria : TrainerBr

Suporte Trainer Br : +55 11 5613-6515
Mobile : +55 11 96590-4955
E-mail : relacionamento@trainerbr.com.br