Estratégia & Resultados

Planejamento estratégico: erros comuns PMEs.

O planejamento estratégico representa uma importante etapa no direcionamento e crescimento da empresa, gerando grande impacto positivo e vantagens competitivas.

Mas esse planejamento deve ser realizado com muito cuidado e atenção, seguindo as melhores práticas e métricas de análise para que os objetivos sejam alcançados adequadamente.

O planejamento estratégico é a etapa anterior à ação efetiva e é o que define quais passos devem ser tomados para alcançar os objetivos traçados, estipulando prazos, metas, missão, valores e planos de ação.

Por ser uma atividade essencial para a empresa, qualquer erro deve ser evitado, pois pode gerar prejuízos importantes para o negócio. É claro que cada empresa apresenta um tipo de dificuldade, mas alguns erros são muito comuns e vamos citá-los para que você conheça e se afaste deles.

 

Errar na definição de objetivos e metas.

A primeira necessidade para criar um planejamento estratégico é entender a realidade da empresa. Com o cenário atual conhecido será preciso traçar objetivos precisos e específicos, definir as metas. E para determinar os objetivos e metas corretas é essencial que seja feito um reconhecimento profundo da situação da empresa, tanto interna quanto do mercado socioeconômico em que ela está inserida. Sem essa avaliação prévia a planejamento será realizado com base em informações imprecisas e isso pode ter consequências preocupantes.
Outro problema comum é a criação de metas muito amplas ou subjetivas. Um planejamento estratégico eficiente dever ter elencado todos os passos até o atingimento dos objetivos e, além disso, deve ser baseado em métricas atuais.

Não estabelecer prazos e responsabilidades.

Criar um planejamento estratégico sem determinar um cronograma e os responsáveis por cada ação é um dos erros mais comuns. A falta de clareza em relação a essas questões é um dos principais motivos de falhas e não cumprimento de metas nas empresas.
Existe um método conhecido como 5W2H que auxilia na elaboração de planos de ação. Consiste na resposta das seguintes questões:

  • O que será feito? (What)
  • Por que será feito? (Why)
  • Onde será feito? (Where)
  • Quando? (When)
  • Por quem será feito? (Who)
  • Como será feito? (How)
  • Quanto vai custar? (How much)

Não considerar cenários externos.

Sua empresa está inserida em um mercado interligado, que sofre oscilações econômicas e deve considerar essas situações em seu planejamento estratégico. Se você ignorar esse fato permitirá que qualquer situação externa impacte diretamente no seu planejamento fazendo com que ele dê errado.
Para criar um eficiente planejamento estratégico você deve avaliar o potencial de mercado e analisar os concorrentes para conseguir obter vantagens competitivas em relação a eles.

Não utilizar a tecnologia a seu favor.

Tecnologia não pode ser considerada um custo para uma empresa. Ela deve ser vista como um valioso investimento que retornará em forma de produtividade e eficiência. E já existem tantos recursos disponíveis, com valores acessíveis, que podem ajudar sua empresa de diversas maneiras que é imprudência ignorar esses benefícios.
Um dos softwares que podem auxiliar muito as empresas é o sistema integrado de Gestão Empresarial ERP que permite o registro de todas as informações importantes do negócio em um mesmo sistema, mantendo-as seguras, organizadas e acessíveis aos funcionários e aos gestores no momento e lugar em que precisarem.
Com o sistema ERP para pequenas empresas você consegue controlar o cadastro de clientes e fornecedores, estoque de produtos, movimentação e controle financeiro, compras e vendas, emitir notas fiscais eletrônicas, além de gerar relatórios com todas as informações atualizadas sobre a empresa para ajudar no processo de tomada de decisões importantes.
Esses recursos facilitam muito o dia-a-dia da empresa e proporciona um aumento de produtividade considerável.

Não mensurar resultados.

A falta de acompanhamento dos resultados é outro problema comum nas empresas. É muito frequente que, após um planejamento adequado e realizado com bastante cuidado, os gestores se envolvam com outras atividades e se esqueçam de acompanhar de perto o atingimento das metas intermediárias, que são essenciais para identificar se o planejamento está sendo cumprido de maneira eficaz.
O planejamento estratégico deve conter pontos intermediários com indicadores de performance ideais para que ao longo do processo os gestores possam avaliar e identificar possíveis necessidades de mudança de direcionamento ou adequação da estratégia.
Planejamento estratégico é um plano de ação claro e específico com ações que a empresa precisa tomar para atingir os resultados desejados em um período de tempo. É essencial que ele seja claramente divulgado e que todos os colaboradores da empresa estejam cientes dele e não possuam dúvidas sobre suas funções e prazos de trabalho. Além disso, a gestão empresarial deve estar aberta e atenta a qualquer necessidade de mudança e a ouvir os participantes que podem ter ideias relevantes e, dessa forma, contribuir com o crescimento da empresa.

 

Fonte desta matéria : GestãoClick
Para mais consulte :https://gestaoclick.com.br/
Phone: (0xx31) 3317-0674